BNCC Matemática na Educação Infantil Episodio 11

BNCC | Matemática na Educação Infantil | Objetivo EI02ET03 | Episodio #11

Neste post vamos analisar mais um objetivo de aprendizagem e desenvolvimento proposto pela Base Nacional Comum Curricular, a BNCC, para a Educação Infantil, mais especificamente para as chamadas crianças bem pequenas, de 1 ano e 7 meses até 3 anos e 11 meses.

Objetivo EI02ET03

Compartilhar, com outras crianças, situações de cuidado de plantas e animais nos espaços da instituição e fora dela.
Abordagem das experiências de aprendizagem

As crianças bem pequenas são extremamente curiosas e interessadas sobre o ser humano, os animais e as plantas. No contato com outras crianças, com animais de seu entorno e com plantas, elas exploram, fazem observações, formulam perguntas e têm a oportunidade de descobrir e conhecer ativamente o meio natural, desenvolver atitudes de respeito, cuidado e permanente interesse por aprender, aprimorando habilidades que permitam ampliar suas noções e sua compreensão sobre os seres vivos e as relações dinâmicas com o seu entorno.Nesse contexto, é importante que as crianças bem pequenas tenham a oportunidade de viver situações nas quais possam se responsabilizar por pequenas tarefas, como regar e cuidar das plantas utilizando ferramentas como pá, regador, arado etc., dar comida aos bichos e acompanhar o crescimento de alimentos na horta, ampliando a compreensão que possuem sobre o mundo social e natural.
Sugestões para o currículo

Ao formular objetivos de aprendizagem e desenvolvimento específicos para o currículo, é desejável detalhar noções, habilidades, atitudes e/ou especificidades locais para cada um dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento da BNCC. Para as crianças bem pequenas, é possível construir objetivos específicos relacionados à identificação de características dos seres vivos, como, por exemplo, observar, imitar e nomear algumas particularidades dos animais. O currículo pode considerar objetivos específicos relacionados à identificação de diferenças entre os seres vivos e outros elementos e materiais, como, por exemplo, identificar, pela exploração e observação, características que diferenciam os seres vivos de outros elementos e materiais de seu meio. O currículo local pode, ainda, trazer exemplos típicos de sua região ou abordar atitudes a serem desenvolvidas, como, por exemplo, demonstrar iniciativa e responsabilizar-se por ações simples de cuidado com animais ou plantas de seu entorno.

Assista ao conteúdo deste post no vídeo a seguir!

O objetivo faz parte campo de experiências:

Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

O código do objetivo de hoje é EI02ET03 e o descritivo é:

Compartilhar, com outras crianças, situações de cuidado de plantas e animais nos espaços da instituição e fora dela.

Aí você pode estar pensando que eu estou forçando a barra em dizer que isso é Matemática. 

Lembra do nome do campo de experiências? “Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações”. Não é só Matemática, as Ciências da Natureza também estão presentes aí, concorda?

E tem mais, na Educação Infantil não existe a compartimentação de componentes curriculares, as coisas não estão em gavetinhas, o conhecimento está todo integrado. Quanto mais as crianças aprenderem de forma integrada, vendo que tudo está conectado, melhor.

Mas vamos falar agora, diretamente, sobre o objetivo e, sim, tem Matemática nisso. A ideia central aqui é ajudar as crianças no desenvolvimento de atitudes de cuidado e respeito para com a natureza, por meio de atividades orientadas.

Nessas atividades elas, obviamente, precisam ter contato com animais, plantas e isso vai permitir que elas façam descobertas e ampliem o conhecimento sobre os seres vivos e o meio ambiente, em geral.

Tarefas como alimentar pequenos animais, regar e observar o crescimento de plantas e colher hortaliças, preparar um pequeno canteiro para receber o plantio de sementes, utilizando ferramentas como uma pá e um pequeno arado são oportunidades reais de contato com a natureza e essas oportunidades trazem grandes possibilidades de descoberta e compreensão do mundo.

A Matemática aparece quando a criança, pelo contato com a diversidade natural, classifica, segundo critérios próprios, os seres vivos: existem animais que voam, existem animais que correm, fazem bagunça e são peludos e são até criados em casa. Entre esses animais, existem aqueles de grande porte e os de pequeno porte.

Há plantas alimentícias que são colhidas diretamente na terra, como alface, por exemplo. Já a laranja e o limão são colhidos na parte mais alta da árvore, ou no chão, se caírem de maduras.

Algumas plantas precisam de mais água do que outras, algumas gostam de sol, outras preferem a sombra. 

Existem animais que precisam de banho, como o cãozinho e o gato, já com os pássaros é diferente. E o “banho” que as plantas tomam, quando são regadas, é importante para que elas cresçam com saúde.

Todos esses elementos que eu mencionei nos remetem a um procedimento mental básico da Matemática que é a Classificação, importantíssimo para a criança organizar o mundo ao seu redor.

E a biologia é totalmente organizada por meio de elementos de classificação: os reinos, os filos, classes, até chegar nas espécies. 

Muito bem, a gente também precisa considerar que esse objetivo de desenvolvimento está relacionado a uma questão atitudinal. Espera-se que as crianças, como já dito, desenvolvam atitudes de respeito e cuidado para com a natureza. Elas devem ser levadas a ter iniciativas de responsabilidade e cuidado para com os seres vivos ao seu redor, como as plantas e os animais. 

Matemática também tem a ver com atitude!

Como a natureza é vasta e grandiosa, é interessante oportunizar às crianças experiências de observação de animais em filmes, imagens da internet e livros. 

Além de conhecerem a diversidade de animais, as crianças também podem observar outras características e passarão a descrever tais animais a partir delas, como o som que esses animais emitem, a forma corporal, o que comem, onde costumam viver e por aí vai. 

Outras oportunidades de aumentar o contato da criança com o meio natural é fazer visitas a parques, zoológicos e jardins. As crianças adoram!

E aí, o que você achou desse objetivo de aprendizagem e desenvolvimento?

Grande abraço! Tchau!